sexta-feira, 6 de maio de 2011

Martírio dos nossos dias

Naqueles dias, 34um fariseu chamado Gamaliel, levantou-se no Siné­drio. Era mestre da Lei e todo o povo o estimava. Gamaliel mandou que os acusados saíssem por um instante. 35Depois disse: “Homens de Israel, vede bem o que estais para fazer contra esses homens. 36Algum tempo atrás apareceu Teu­das, que se fazia passar por uma pessoa importante, e a ele se juntaram cerca de quatrocentos homens. Depois ele foi morto e todos os que o seguiam debandaram, e nada restou. 37Depois dele, no tempo do recenseamento, apareceu Judas, o galileu, que arrastou o povo atrás de si. Contudo, também ele morreu e todos os seus seguidores se dispersaram. 38Quanto ao que está acontecendo agora, dou-vos um conselho: não vos preocupeis com esses homens e deixai-os ir embora. Porque, se este projeto ou esta atividade é de origem humana será des­truído. 39Mas, se vem de Deus, vós não conseguireis eliminá-los. Cuidado para não vos pordes em luta contra Deus!” E os membros do Sinédrio aceitaram o parecer de Gamaliel. 40Chamaram então os apóstolos, mandaram açoitá-los, proibiram que eles falassem em nome de Jesus, e depois os soltaram. 41Os apóstolos saíram do Conselho muito contentes por terem sido considerados dignos de injúrias, por causa do nome de Jesus. 42E cada dia, no Templo e pelas casas, não cessavam de ensinar e anunciar o evangelho de Jesus Cristo (At 5, 34-42)
Diante de tantas situações tristes e anticristãs que ocorrem diariamente, ao meditar hoje pela manhã na Santa Missa me senti fortalecido, antes de tudo pelo Pão Vivo descido do céu, mas também pela certeza de que Deus estará sempre conosco. Já afirmava a alguns colegas na noite de ontem que a hora do M A R T Í R I O chegou! Não me refiro apenas ao martírio corporal, mas ao martírio moral, da alma, da fé que estamos sendo submetidos aos poucos... A Justiça que devíamos confiar se revela contrária aos princípios fundamentais do homem, da família! A imparcialidade é travestida por tendências modernistas que minam cada vez mais o gérmen divino que habita no homem. 

Encontro facilmente quem queira destruir a Santa Igreja, o Santo Padre, os Santos Mistérios... Poderia citar a Teologia da Libertação; a falta de zelo pela Sagrada Liturgia com um pretexto equivocado de inculturação; as heresias modernistas e ateias que inundam os lares cristãos e não raramente destroem seus laços naturais e necessários para uma harmonia familiar; as teses humanistas que colocam o homem no centro de tudo e esquecem que Deus é o Sol da Justiça, é o Autor da vida, o centro de nossa existência; os crimes nefastos do aborto, da pedofilia, dos genocídios; as constantes incompreensões e a gradativa eliminação da liberdade religiosa; as perseguições aos cristãos espalhados no mundo inteiro, ao ponto de excluir o direito à objeção de consciência. Enfim, faço essa pergunta várias vezes ao dia: Até onde iremos?

Então hoje Deus nos responde através de Gamaliel (que providencialmente é um fariseu! Como entender os desígnios do Senhor?) que se a Igreja vem de Deus, jamais, nunca conseguirão eliminá-la, isto é, no início da Igreja Primitiva, os discípulos sofreram tanto perseguições quanto nós sofremos hoje (digo os cristãos do mundo inteiro!), mas a história de mais de 2.000 anos nos ensina que ela permanece firme como a rocha, além de termos a certeza que Deus é Deus e eu preciso ser um adorador, pois em Deus seremos sempre vencedores!

Concluo essa partilha falando sobre a disposição imediata daqueles discípulos ao saírem do Sinédrio (vv. 41-42) após terem sido açoitados! Amigos, eles saíram CONTENTES, felizes e gratos ao Senhor por terem sido considerados dignos de injúria por causa do nome de Jesus Cristo!!! Penso que eles iam falando uns com os outros sobre o Sermão da Montanha (Mt 5, 3-11) justamente sobre as bem-aventuranças em que Jesus afirmava que: “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós” (Mt 5, 10-12).

Isso mostra que os discípulos entenderam qual a verdadeira recompensa que os espera e não mediram esforços para continuar anunciando a Palavra de Deus, ou seja, levar todos os povos a experimentar o amor do Senhor (At 5, 42). Por isso, não desfaleçamos e continuemos firmes no “Barco de Pedro” que é a Santa Igreja Católica Apostólica Romana! Que Nossa Senhora Auxiliadora interceda por todos nós para que tenhamos coragem para viver o “martírio dos nossos dias”.

Obs: Sugiro assistirem o filme “Quo Vadis” (1951) que aborda a perseguição aos cristãos dos primeiros séculos.

Com amor fraterno,

De um indigno escravo da Cruz e da Virgem Maria

4 comentários:

laiane disse...

"...dai-me vida, dai-me morte; dai-me dor ou alegria, faz o que quiseres de mim..." Como esta canção, independente se a nossa vontade não for a vontade de Deus, com o coração alegre e alma toda reclinada em Deus, sigamos firmes naquilo que vontade do Senhor para nossas vidas! NEle, por Ele e com Ele nós vamos até o fim, até a Cruz! Mesmo que tudo nos custe. Não tenhamos medo de sermos autênticos na nossa fé, pois Deus caminha conosco sempre! Que Nossa Senhora, aquela que criou e formou o Autor da vida, nos ensine a sermos fiéis. Sê tu, sempre fiel a este Amor infinito!

Anderson Santana disse...

"Dai-me tua graça
Para que eu possa prosseguir
E a Tua força
Para que eu não possa desistir..."
Que o Senhor nos fortifique como mesmo espírito dos primeiros cristãos que não tiveram medo de assumir sua fé e alcançaram o céu pelo martírio.

Caio disse...

"A imparcialidade é travestida por tendências modernistas que minam cada vez mais o gérmen divino que habita no homem."

Falou tudo. Pura verdade!

Parabens por manter o blog Danilão!

Abraço!

Laiane das Graças disse...

Sob o olhar terno da Bem Aventurada Virgem Maria e com os olhos fitos na Cruz sigamos avente, fiéis, como outrora se mantiveram os primeiros cristãos!!
Dai-nos força, Senhor!!!